Home

O sistema Dobermann de segurança

Sistema Dobermann
Sistema Dobermann
Fechadura principal e auxiliar
Fechadura principal e auxiliar

 

No sistema Dobermann, o mecanismo que se movimenta para abrir e fechar não está visível nem acessível (como o canhão do cilindro de todos os demais processos convencionais). A fechadura tem apenas uma abertura em sua caixa, pelo qual se introduz a chave e nada mais!
Por esta razão, as chaves falsas, michas e outros processos que possibilitam a abertura das demais fechaduras, na Dobermann não encontram guarida, não surtem efeito, não têm aplicação, e simplesmente não conseguem operar essa fechadura, cadeado ou trava. E como se tudo isso ainda não bastasse, nas montagens mais sofisticadas, consegue-se obter aproximadamente 20 milhões de combinações de segredos.

Trabalha apenas com dois elementos:

  1. A chave, que é conhecida como chave de cofre, pois nesta aplicação é que foi popularizada, tem duas abas de aproximadamente 18mm de lado a lado, nas quais estão gravados suas combinações de segredos;
  2. As lâminas de segredos (em números de 4 ou 6), são chapas de aço inox de 2mm de espessura, que lerão e validarão os segredos das chaves e, corretos estes em relação aos segredos que lhes estão gravados, permitirão que a fechadura abra ou feche.

 

O sistema Dobermann permite o acionamento com 1 ou 2 chaves de segredos diferentes e sequencialmente (chefe secretária).

Observe-se que no sistema Dobermann o mecanismo que se movimenta para abrir e fechar não está
visível como o cilindro/canhão de todos os demais processos. O acesso é por um simples rasgo para a
introdução da chave.

As chaves falsas, michas e outros processos que abrem as demais fechaduras, aqui não encontram
aplicação.